História do Flag Football

Como surgiu?

O Dicionário Webster só teve o termo “Flag Football” listado em 1954, mas acredita-se que o jogo tenha sido criado em meados dos anos 40.

Os primeiros registros históricos da prática do flag football são de soldados americanos da Segunda Grande Guerra Mundial. Em busca de diversão e de uma válvula de escape durante seus longos períodos nas bases de guerra, os soldados desenvolveram essa nova forma de jogar futebol americano com menos riscos de contusões.

As ligas americanas

Após a II Guerra Mundial, as ligas americanas de Flag Football logo começaram a se desenvolver. Assim o jogo que tanto amamos nasceu! A liga americana mais famosa era a National Flag & Touch Football League (NTFL), foi a maior e mais desenvolvida por mais de 15 anos. Hoje, nos EUA existem centenas de ligas de Flag Football. A mais nova delas, a American Flag Football League, que estreou em 2018, conta com ex-atletas da NFL e promete ser a maior e mais disputada de todos os tempos, inclusive distribuindo mais de 2 milhões de dólares em prêmios.

Michael Vick em ação da American Flag Football League que premiou a equipe campeã com 1 milhão de dólares

Outras ligas que vale a pena conhecer e acompanhar são a NFL Flag, liga da NFL para crianças de todas as idades, Reflex Football, National Flag Football  e o Flag Football World Championship Tour.

No mundo

O Flag Football é muito democrático e é praticado de diversas maneiras, seja com 4 ou 11 atletas de cada lado. Existem ligas de flag nos cinco continentes. Cada torneio tem suas peculiaridades e variações de regras.

O QB do New Orleans Saints, Drew Brees, é coach numa liga infantil americana

A IFAF, federação internacional de futebol americano, organiza o Mundial de Flag Football desde 2002. A competição acontece de dois em dois anos e a modalidade praticada é o Flag Football 5×5, com cinco atletas em campo, por equipe.

EUA, Canadá, México e Áustria são as seleções mais tradicionais nos mundiais da Ifaf. As seleções da Áustria e dos EUA dominam o torneio masculino, com 2 títulos cada. Já no feminino, a seleção do México domina com 3 títulos, seguida pela seleção do Canadá, com 2 títulos.

Nas Américas, além dos EUA e Canadá, a prática do Flag Football é muito forte no México e tem crescido muito também no Panamá. Os quatro países contam com fortes ligas nacionais, com a disputa de torneios e campeonatos de diversas modalidades e com praticantes de todas as idades.

No Panamá, vale conhecer o trabalho da Federação do Panamá e no México, a Flag Football México.

Na Europa, o torneio mais tradicional de Flag Football é o Big Bowl. Equipes de toda Europa (e do mundo) viajam até a Alemanha para o torneio anual. Em 2018, as vagas para disputar os torneios masculino e feminino se esgotaram em menos de 10 minutos.

No Brasil

O Flag Football surgiu no Brasil na mesma época do Boom de TVs a Cabo, em meados da década de 90, quando a ESPN iniciou a transmissão de jogos de Futebol Americano como o Sunday Night Football e o Monday Night Football. Desde então a prática do Flag e do Futebol Americano é cada vez maior.

Aqui as modalidades mais praticadas são o Flag Football 8×8, com jogadores de linha e alguns contatos e bloqueios permitidos, e o Flag Football 5×5, na qual o contato físico entre os atletas deve ser sempre evitado. O Estado de São Paulo pode ser considerado a “casa” do Flag Football nacional por contar com os maiores torneios e ligas do Brasil. LPFA (extinta), APFA e FEFASP desenvolvem a modalidade desde o início dos anos 2000, mas principalmente desde 2012. O Paulista de Flag da APFA atualmente é o maior torneio de Flag Football do Estado, tanto na modalidade 8×8 masculino quanto no 5×5 feminino. Relembrar é viver, então vale a visita ao blog Jornal do Flag, um clássico do Flag Paulista nos anos 2000!

Além de ser a modalidade reconhecida oficialmente pela IFAF, tanto as regras quanto a estrutura para se praticar o Flag Fotball 5×5 são muito mais enxutas e baratas do que para qualquer outra modalidade. O campo de jogo é menor e não são necessárias as traves de field goal. O 5×5 também ganhou muito mais visibilidade depois da primeira participação da Seleção Feminina no Mundial de 2012 em Gotemburgo, Suécia. Desde então, o crescimento é cada vez maior, principalmente entre as mulheres.

O primeiro torneio nacional de Flag Football 5×5 aconteceu em 2012 na cidade de Salto, interior de São Paulo. O I Campeonato Brasileiro de Flag Football 5×5 contou com apenas 8 equipes femininas. A equipe do Palmeiras Locomotives foi a campeã do torneio derrotando na final o Fluminense Guerreiras.

O Circuito Nacional de Flag Football é o maior torneio de Flag 5×5 do país. Desde 2013, equipes masculinas e femininas disputam o título em 3 fases: Regionais, Semi-Finais (Playoffs) e a grande Super Final. A última edição do campeonato, em 2017, contou com 19 equipes masculinas e 23 femininas.

Segundo o Cadastro Nacional de Equipes, atualmente no Brasil existem mais de 100 equipes de Flag Football 5×5 (masculinas e femininas).

Para o topo