Seleção Brasileira

Planejamento da Seleção Masculina de Flag 5×5 é divulgado

Dan Muller, Head Coach da Seleção Masculina de Flag Football 5x5 2019 | FOTO: Fabiano Silva Photography

O Head Coach Dan Muller disponibilizou o projeto

Na última terça-feira, 12 de fevereiro, o head coach da Seleção Brasileira Masculina de Flag Football 5×5 divulgou o planejamento da equipe visando o Mundial da Coreia do Sul, em 2020.

Você pode baixar aqui o PDF completo do projeto e ler abaixo as principais novidades!

A nova Comissão Técnica

  • Head Coach: Danilo Müller Ribeiro
  • Assistente de Head Coach: Erick Galache
  • Coordenador de Ataque: Edson Albuquerque
  • Analista de Desempenho:  Andreia Michaelsen
  • Preparador Físico: Fernando Domiciano
  • Assistentes: A definir

Os 5 Pilares de desenvolvimento

1. Criação do “Estilo Brasil”

  • Criação e Desenvolvimento do Estilo Brasil de jogo.

2. Desenvolvimento de novos Técnicos

  • Congresso para Técnicos de Flag Football;
  • Olheiros pelo Brasil;
  • Participação em Camps de Técnicos convidados;

3. Atrair novos atletas ao Flag Football;

  • Fomentar o Flag Football nas categorias sub 16 e sub 19;
  • Treinos abertos para atletas do Futebol Americano.

4. Desenvolvimento de Atletas

  • Training camp sub 19
  • Foco nos fundamentos e técnicas
  • Formação de atletas versáteis e completos.

5. Disputa do Mundial Coreia 2020

  • Formação do time;
  • Training Camps;
  • Desenvolvimento do Estilo Brasil;
  • Observação de novos atletas;
  • Formação de equipe competitiva;
  • Classificação ao Campeonato Mundial na Creia do sul em 2020.

Convocação

A primeira convocação oficial de atletas para o Training Camp nos dias 4 e 5 de maio, em São Paulo, deve acontecer no final da tarde desta quarta-feira, 13 de fevereiro no Instagram.

O passado da Seleção Masculina

Dan Muller foi Head Coach da Seleção Feminina nos Mundiais de 2014, 2016 e 2018.

O projeto de uma Seleção Masculina de Flag Football 5×5 para a disputa de campeonatos mundiais da IFAF foi iniciado junto com a Seleção Feminina em 2011, pelo então presidente da AFAB, Flávio Cardia.

Infelizmente, o responsável para tirar o projeto do papel não o levou para frente. Novos responsáveis foram denominados para retomar o projeto em 2014, também sem sucesso.

Em 2016, ocorreu uma convocação oficial, porém a grande maioria dos atletas não concordou em arcar com as despesas para a participação. Em 2018, houve uma convocação e um training camp oficial, porém mais uma vez os atletas (em sua maioria) optaram por não arcar com as despesas.

Ressaltamos que as atletas das Seleções Femininas de Flag Football 5×5 desde 2012 arcam com seus gastos pessoais e também operacionais e administrativos para viabilizar sua participação.

Até o mundial de 2018, apenas em 2014 a CBFA viabilizou o patrocínio de Ana Lazarotto que arcou com as despesas operacionais, administrativas e passagens dos técnicos da Seleção enquanto as atletas pagaram apenas suas passagens aéreas.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o topo