Nacional

Circuito Nacional é reformulado e divido em 2 competições nacionais

Foto: Natasha Silva - Fotografia011

A competição dará lugar à Copa Brasil, em modelo de conferências, e ao Circuito Aberto, em modelo de ranking

A página oficial do Circuito Nacional de Flag Football revelou nesta segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019, o novo modelo de competição para a temporada 2019-2020 e abriu a pré-inscrição:

Inscreva sua equipe!
http://bit.ly/CNFF2019

Em 2018, após a Super Final disputada em novembro na cidade de São Paulo, a atual gestão do Circuito abriu espaço para equipes e dirigentes enviarem sugestões e novos modelos de disputa para o já tradicional Circuito Nacional que vem enfrentando dificuldades nos últimos anos com o crescimento da modalidade em território nacional.

Vamos apresentar abaixo um resumo das mudanças, mas você pode (e deve!) baixar aqui o PDF completo com a descrição dos novos modelos propostos.

Por que dois campeonatos nacionais?

O Brasil é enorme e o flag football nacional vem se desenvolvendo e crescendo em todas as regiões do país, consequentemente dificultando muito encontrar uma alternativa única que atenda a todas as equipes, de todos os níveis e de todas as regiões ao mesmo tempo.

Foram pensadas duas formas de disputa que, simultâneas, geram calendário, autonomia e procuram atender as particularidades regionais.

O objetivo do novo modelo é tentar atender a maior quantidade de equipes possíveis e contribuir para que o flag football seja desenvolvido em todos os Estados e Regiões do Brasil.

Uma equipe pode participar das duas competições ao mesmo tempo!

A Copa Brasil de Flag Football

Os objetivos do modelo Copa Brasil são incentivar a criação de campeonatos estaduais, dando autonomia às federações e às equipes visando atender suas necessidades regionais. Consequentemente dando oportunidade a equipes de todas as regiões do país e diminuir os custos de participação de um campeonato nacional.

  • 1ª FASE: Os melhores colocados nos campeonatos estaduais conquistarão vagas na Copa do Brasil:
  • 2ª FASE: Torneio será dividido em conferências definidas por critério geográfico (regiões com muitas equipes poderão ter mais de uma conferência);
  • 3ª FASE: Os vencedores de cada conferência se enfrentarão em uma final nacional.

1ª Fase Copa Brasil

Cada estado promoverá seu campeonato estadual.

  • Estados com federações devem participar do campeonato proposto;
  • Estados sem federação formarão comitês gestores que conduzirão os campeonatos, com no mínimo 4 equipes;
  • Estados sem a quantidade necessária de equipes realizarão zonais de forma a agregar todos os estados interessados.

2ª Fase Copa Brasil

Os melhores classificados nos campeonatos estaduais ou zonais se classificarão para a fase de conferências.

  • As equipes vencedoras são agrupadas por critério de região geográfica;
  • Regiões com muitas equipes poderão ter mais de uma conferência.

Os campeonatos de conferência serão organizados por comitês gestores formados pelas equipes e federações, que definirão os critérios e formato da competição.

3ª Fase Copa Brasil

Os vencedores de cada conferência se enfrentarão em uma etapa final nacional.

  • As equipes (previsão de 8) serão divididas em 2 grupos que disputarão todos contra todos;
  • As melhores avançam para a disputa da Copa Ouro e os demais para a Copa Prata.

O Circuito Aberto de Flag Football

O objetivo da competição é viabilizar a integração nacional das equipes, estimulando a disputa entre equipes de regiões diferentes, facilitando o intercâmbio e consequentemente o desenvolvimento de novas equipes. Este modelo também incentiva a realização de competições independentes de federações e organizações estaduais e/ou regionais.

  • 1ª FASE: Torneios abertos promovidos por equipes ou federações. A todos os participantes serão atribuídos pontos no Ranking Nacional;
  • 2ª FASE: As equipes melhores ranqueadas serão agrupadas em duas divisões e se enfrentarão em duas etapas semifinais;
  • 3ª FASE: Os 3 primeiros colocados de cada semifinal se enfrentarão em uma final nacional.

1ª Fase Circuito Aberto

As federações ou as próprias equipes promovem campeonatos de final de semana com inscrições abertas cumprindo uma lista de requisitos obrigatórios, como por exemplo: ter no mínimo 4 equipes e filmagem dos jogos.

Os resultados dos torneios gerarão pontos de ranking para todos os participantes.

  • Serão aceitos até 2 campeonatos para pontuação;
  • Se a equipe jogar mais de 2, serão consideradas as 2 melhores pontuações, limitado a 6 campeonatos;
  • As competições precisam ser divulgadas nacionalmente com 3 meses de antecedência.

2ª Fase Circuito Aberto

Até 16 das equipes com a melhor pontuação nos regionais terão acesso às semifinais. O número de equipes poderá variar para menos caso haja menos de 32 equipes participantes. Serão feitas duas etapas semifinais, cada uma com 8 equipes.

Em regiões geográficas em que houver 6 ou mais equipes participantes será garantida 1 vaga à melhor equipe. As demais equipes se classificarão de acordo com a pontuação de ranking.

  • Caso alguma das regiões não consiga representação na 2ª fase via ranqueamento, então o último colocado (geral) cederá sua vaga à melhor colocada da região;
  • Caso haja mais de uma região não representada será feito um novo ranqueamento apenas entre as entrante para definir em qual grupo serão colocadas.

3ª Fase Circuito Aberto

As 3 melhores equipes de cada semifinal disputarão a etapa final todos contra todos num torneio de um fim de semana.

Em anos em que não houver Mundial será aberta uma vaga extra para a equipe com maior ranking além das 6 já classificadas, e o campeonato será disputado num fim de semana com feriado, totalizando 3 dias de disputa, todos contra todos.

A Liga Brasil

As equipes do Circuito Aberto que não se classificarem para as semifinais serão convidadas para a disputa da Liga Brasil, que será equivalente à segunda divisão do Circuito Aberto.

Dessa maneira pretende-se dar oportunidade de integração às equipes iniciantes e manter as equipes ativas durante o ano todo, mesmo se não conseguirem classificação para a competição principal.

O formato de disputa seguirá o mesmo molde da competição principal.

A Nova Super Final

Após o final da Copa e do Circuito Aberto, opcionalmente, será realizada a Super Final do Flag para definir a equipe campeã nacional, com as 3 melhores equipes de cada um dos dois campeonatos.

Caso uma equipe não tenha interesse em participar, as vagas serão preenchidas primeiramente pela próxima colocação do Circuito Aberto, em seguida para o próximo da Copa e assim sucessivamente. O formato será o mesmo, todos contra todos com final.

Se uma mesma equipe tiver duas vagas na Superfinal, uma pela Copa e outra pelo Circuito, a 2ª vaga será oferecida para a próxima colocada do Circuito. Se houver outra, a próxima da Copa e assim por diante, nessa ordem.

Ufa! E aí, você entendeu as propostas?! Tem dúvidas? Sugestões? Manda um e-mail pra gente: contato@flagfootball.com.br

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o topo